Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

PREPARATÓRIO CFC
Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório:

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

  • Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório
GARANTA A TRANQUILIDADE E O SUCESSO DOS SEUS NEGÓCIOS!

GARANTA A TRANQUILIDADE E O SUCESSO DOS SEUS NEGÓCIOS!

  • GARANTA A TRANQUILIDADE E O SUCESSO DOS SEUS NEGÓCIOS!Consultoria especializada de implantação, revisão ou auditoria de implantação de sistema ERP (Bling) destinado á empresários, empreendedores e Startup No segmento indústria, comércio ou serviços pequena, média e grandes empresas.
O QUE É O SISTEMA ERP BLING?

O QUE É O SISTEMA ERP BLING?

É um sistema de gestão empresarial (ERP 100% Cloud) desenvolvido exclusivamente para pequena, média e grandes empresas que integra com Loja Virtual (eCommerce) & Market Places (Ex: Mercado Livre). O sistema de Gestão Organizacional “Bling” é um software de gestão empresarial desenvolvido especialmente para empreendedores (empresários) de micro e pequenas, média e grandes empresas do segmento Indústria, comércio e serviços. Ferramenta ideal com baixo custo investimento para quem deseja empreender ou abrir uma Startup. Experimente por *** 90 dias grátis *** utilizando nosso código promocional.

EXPERIMENTAR O ERP BLING EXPERIMENTAR O ERP BLING

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

INTEGRAÇÃO

CONTAS A PAGAR

ESTOQUES

CONTAS A RECEBER

BOLETO BANCÁRIO

FLUXO DE CAIXA

RELATÓRIOS

GESTÃO FINANCEIRA

GESTÃO E IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA ERP BLING

Sistema de Gestão ERP

SISTEMA DE GESTÃO ERP ONLINE BLING

Sistema de Gestão ERP

CONTADOR PARA IMPLANTAÇÃO ERP BLING

Sistema de Gestão ERP

SISTEMA DE GESTÃO ERP INTEGRADO BLING

Vinhedo SP, Valinhos SP, Campinas e Região

INTEGRAÇÃO ERP BLING COM LOJA VIRTUAL

Vinhedo SP, Valinhos SP, Campinas e Região

GRUPO FECHADO ERP BLING NO WHATSAPP

Vinhedo SP, Valinhos SP, Campinas e Região

ERP BLING PARA PEQUENAS E MÉDIA EMPRESAS

Vinhedo SP, Valinhos SP, Campinas e Região

The Brazilian Government Political Structure

The Brazilian Government Political Structure

The Brazilian Government Political Structure

The Brazilian Government Political Structure

HOW TO INVEST IN BRASIL WITHOUT CONCERNS?

CONTADOR INDEPENDENTE

The Brazilian Government Political Structure.
The Brazilian Political Structure

The Brazilian Political Structure

The Brazilian Political Structure Brazil is a Federative Republic with broad powers granted to the federal government, quite different from the US federal system. The presidential system was established by the federal Constitution, and the government of the country is separated into three independent branches: executive, legislative and judicial.

The President is elected by direct vote for a four-year term (reelection for one additional term being permissible) and stands as the chief of the executive branch. The executive branch’s powers include the right to appoint ministers of state as well as key executives to selected administrative and political posts.

Welcome to our webpage:

The legislative branch is composed of the federal Senate and the House of Representatives. The country is divided administratively into 26 states plus the federal District of Brasília. Each state is entitled to elect three members to the Senate, while members of the House of Representatives are elected proportionately, based on state population.

The judicial branch consists of the Supreme Court, the Superior Court of Justice and a network of lower federal and state courts. At the state level, the executive branch consists of governors, elected for a four-year term (with the possibility of reelection). The legislative branch consists of state representatives, also elected for a four-year term.

Finally, at the municipal level, the executive branch consists of mayors, who are elected for a four-year term (reelection also being permitted). The legislative branch consists of city representatives, also elected for a four-year term.

We welcome questions and comments from Entrepreneurs interested to make investiments in Brazil.

The Brazilian Government Political Structure

INVESTMENT

Brazil is currently ranked as the world’s eighth largest economy and is considered to be among the most desirable countries in the world for foreign direct investment.

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório Apostila e o Curso Preparatório tem um objetivo muito importante: Te ajudar a passar no Exame de Suficiência do CFC. Saiba mais: https://go.hotmart.com/W5387181Y

O curso terá teoria, e 416 questões resolvidas. O objetivo é trabalhar a prática.

Nas aulas serão vistas as disciplinas: Teoria da Contabilidade; Contabilidade Geral; Contabilidade de Custos; Contabilidade Gerencial, Imobilizado, Estoques, Todas as Demonstrações Contábeis e Análise de Balanços,

TAX SYSTEM

Brazil constitution allocates taxing rights between federal government, states, municipal and encompasses taxes, improvement fees, contributions & compulsory loans.

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório Apostila e o Curso Preparatório tem um objetivo muito importante: Te ajudar a passar no Exame de Suficiência do CFC. Saiba mais: https://go.hotmart.com/W5387181Y

O curso terá teoria, e 416 questões resolvidas. O objetivo é trabalhar a prática.

Nas aulas serão vistas as disciplinas: Teoria da Contabilidade; Contabilidade Geral; Contabilidade de Custos; Contabilidade Gerencial, Imobilizado, Estoques, Todas as Demonstrações Contábeis e Análise de Balanços,

LABORHOOD LAWS

Brazilian employment conditions are regulated and governed by the rules provided by the federal Constitution, the Consolidation of the Labor Laws “CLT” and Sindicates.

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório Apostila e o Curso Preparatório tem um objetivo muito importante: Te ajudar a passar no Exame de Suficiência do CFC. Saiba mais: https://go.hotmart.com/W5387181Y

O curso terá teoria, e 416 questões resolvidas. O objetivo é trabalhar a prática.

Nas aulas serão vistas as disciplinas: Teoria da Contabilidade; Contabilidade Geral; Contabilidade de Custos; Contabilidade Gerencial, Imobilizado, Estoques, Todas as Demonstrações Contábeis e Análise de Balanços,

RENTAL PROPERTY

The Urban Land and Building Tax (IPTU) is assessed on ownership and possession of urban properties. IPTU is assessed annually on the value of the real property.

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório Apostila e o Curso Preparatório tem um objetivo muito importante: Te ajudar a passar no Exame de Suficiência do CFC. Saiba mais: https://go.hotmart.com/W5387181Y

O curso terá teoria, e 416 questões resolvidas. O objetivo é trabalhar a prática.

Nas aulas serão vistas as disciplinas: Teoria da Contabilidade; Contabilidade Geral; Contabilidade de Custos; Contabilidade Gerencial, Imobilizado, Estoques, Todas as Demonstrações Contábeis e Análise de Balanços,

BE WELCOME TO INVEST AND EXPAND BUSINESS CAPACITY IN BRAZIL

IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO ERP BLING

Sistema de Gestão ERP

SISTEMA DE GESTÃO ERP ONLINE BLING

Sistema de Gestão ERP

CONTADOR PARA IMPLANTAÇÃO ERP BLING

Sistema de Gestão ERP

SISTEMA DE GESTÃO ERP INTEGRADO BLING

Vinhedo SP, Valinhos SP, Campinas e Região

INTEGRAÇÃO ERP BLING COM LOJA VIRTUAL

Vinhedo SP, Valinhos SP, Campinas e Região

GRUPO FECHADO ERP BLING NO WHATSAPP

Vinhedo SP, Valinhos SP, Campinas e Região

ERP BLING PARA PEQUENAS E MÉDIA EMPRESAS

Vinhedo SP, Valinhos SP, Campinas e Região

Brazilian Political Structure, Legal System and Economy

Brazilian Political Structure, Legal System and Economy

Brazilian Political Structure, Legal System and Economy

Brazilian Political Structure, Legal System and Economy

HOW TO INVEST IN BRASIL WITHOUT CONCERNS?

CONTADOR INDEPENDENTE

Brazilian Political Structure, Legal System and Economy in Brazil.
Accoutant for Business Support:

Doing Business and Investment in Brazil

The Brazilian Political Structure, Legal System and Economy The Federative Republic of Brazil is the largest country in South America. It is the world’s fifth largest country, both by land mass (almost 8.6 million square kilometers) and by population (more than 190 million people). It is the only Portuguese-speaking country in the otherwise Spanish-speaking Americas and the largest lusophone (Portuguese-speaking) country in the world. Brazil is the 20th member of the G20, and one of the BRICS countries, along with Russia,India, China and South Africa.

Learn More About Brazil:

Brazil provides a solid legal and economic platform for business. The current federal Constitution, enacted in 1988, established the basis of the Brazilian legal framework and set forth fundamental rights, while the monetary program, known as the Real Plan, achieved a price stability, which has set Brazil on the road to economic growth.

Over the last decade, solid macroeconomic foundations, the power of the Brazilian internal market (fostered by intensive income distribution programs), the existence of robust plans for investment in infrastructure (e.g., Accelerated Growth Programs or “PACs”) and a strong, efficient and transparent banking system have combined to make Brazil an attractive destination for international investment. Brazil is currently ranked as the world’s eighth largest economy and is considered to be among the most desirable countries in the world for foreign direct investment. Brazil ranks 4th (after China, the USA and India).

We welcome questions and comments from Entrepreneurs interested to make investiments in Brazil.

Brazilian Political Structure, Legal System and Economy

INVESTMENT

Brazil is currently ranked as the world’s eighth largest economy and is considered to be among the most desirable countries in the world for foreign direct investment.

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório Apostila e o Curso Preparatório tem um objetivo muito importante: Te ajudar a passar no Exame de Suficiência do CFC. Saiba mais: https://go.hotmart.com/W5387181Y

O curso terá teoria, e 416 questões resolvidas. O objetivo é trabalhar a prática.

Nas aulas serão vistas as disciplinas: Teoria da Contabilidade; Contabilidade Geral; Contabilidade de Custos; Contabilidade Gerencial, Imobilizado, Estoques, Todas as Demonstrações Contábeis e Análise de Balanços,

TAX SYSTEM

Brazil constitution allocates taxing rights between federal government, states, municipal and encompasses taxes, improvement fees, contributions & compulsory loans.

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório Apostila e o Curso Preparatório tem um objetivo muito importante: Te ajudar a passar no Exame de Suficiência do CFC. Saiba mais: https://go.hotmart.com/W5387181Y

O curso terá teoria, e 416 questões resolvidas. O objetivo é trabalhar a prática.

Nas aulas serão vistas as disciplinas: Teoria da Contabilidade; Contabilidade Geral; Contabilidade de Custos; Contabilidade Gerencial, Imobilizado, Estoques, Todas as Demonstrações Contábeis e Análise de Balanços,

LABORHOOD LAWS

Brazilian employment conditions are regulated and governed by the rules provided by the federal Constitution, the Consolidation of the Labor Laws “CLT” and Sindicates.

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório Apostila e o Curso Preparatório tem um objetivo muito importante: Te ajudar a passar no Exame de Suficiência do CFC. Saiba mais: https://go.hotmart.com/W5387181Y

O curso terá teoria, e 416 questões resolvidas. O objetivo é trabalhar a prática.

Nas aulas serão vistas as disciplinas: Teoria da Contabilidade; Contabilidade Geral; Contabilidade de Custos; Contabilidade Gerencial, Imobilizado, Estoques, Todas as Demonstrações Contábeis e Análise de Balanços,

RENTAL PROPERTY

The Urban Land and Building Tax (IPTU) is assessed on ownership and possession of urban properties. IPTU is assessed annually on the value of the real property.

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório

Exame de Suficiência CFC Apostila e Curso Preparatório Apostila e o Curso Preparatório tem um objetivo muito importante: Te ajudar a passar no Exame de Suficiência do CFC. Saiba mais: https://go.hotmart.com/W5387181Y

O curso terá teoria, e 416 questões resolvidas. O objetivo é trabalhar a prática.

Nas aulas serão vistas as disciplinas: Teoria da Contabilidade; Contabilidade Geral; Contabilidade de Custos; Contabilidade Gerencial, Imobilizado, Estoques, Todas as Demonstrações Contábeis e Análise de Balanços,

BE WELCOME TO INVEST AND EXPAND BUSINESS CAPACITY IN BRAZIL

IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO ERP BLING

Sistema de Gestão ERP

SISTEMA DE GESTÃO ERP ONLINE BLING

Sistema de Gestão ERP

CONTADOR PARA IMPLANTAÇÃO ERP BLING

Sistema de Gestão ERP

SISTEMA DE GESTÃO ERP INTEGRADO BLING

Vinhedo SP, Valinhos SP, Campinas e Região

INTEGRAÇÃO ERP BLING COM LOJA VIRTUAL

Vinhedo SP, Valinhos SP, Campinas e Região

GRUPO FECHADO ERP BLING NO WHATSAPP

Vinhedo SP, Valinhos SP, Campinas e Região

ERP BLING PARA PEQUENAS E MÉDIA EMPRESAS

Vinhedo SP, Valinhos SP, Campinas e Região

Normas Internacionais

Normas Internacionais

Normas Internacionais

Normas Internacionais

 

Normas Internacionais

Contabilidade Internacional:

Por ser uma ciência social, o idioma contábil enfrenta dificuldade em ser eficaz como meio de comunicação ao ter de submeter-se a esquemas normativos distintos. As diferentes normas contábeis utilizadas pelos diversos países vêm dificultando os processos informativos no ambiente econômico globalizado, tanto no controle de investimentos multinacionais, quanto na obtenção de recursos externos.

Além da moeda e língua distintas, as regras para elaboração das demonstrações financeiras são bastante diferentes.

Os GAAP (Generally Accepted Accounting Principles) são concernentes à mensuração da atividade econômica, ou seja, o momento em que tais medidas são feitas e registradas, a evidenciação envolvendo essas atividades, e a preparação e apresentação das atividades econômicas sumarizadas nas demonstrações financeiras.

Os princípios contábeis, produto do meio econômico no qual são desenvolvidos, direcionam-se usualmente a soluções objetivas, conservadoras e verificáveis.

A Contabilidade, como ciência do conhecimento econômico empresarial, objetiva informar as transações incorridas pela entidade, seus efeitos econômicos atuais (resultado) e dar condições de visão dos efeitos econômicos futuros (valor).

Para tanto, costuma-se decompor os princípios normativos da Contabilidade em dois:


Normas Internacionais

O Ambiente Econômico Internacional e a Regulamentação Contábil
O Ambiente Econômico Internacional e a Regulamentação Contábil

            Em Teoria dos Sistemas, aprendemos que o ambiente é aquilo que afeta o sistema, porém esse não pode afetá-lo relevantemente.

            Podemos classificar o ambiente geral contábil em vários componentes, por exemplo: ambiente econômico (capitalismo); ambiente jurídico (lei comum e lei codificada); ambiente social; ambiente tecnológico etc.

            Há situações em que dois ou mais componentes ambientais incongruentes afetam o SIC (Sistema de Informação Contábil) – por exemplo, a contabilidade de uma subsidiária de empresa norte-americana localizada na China Continental. Nesse caso existem dois ambientes econômicos (capitalismo e socialismo) a influenciar o SIC da subsidiária, com usuários da informação contábil pertencentes aos dois ambientes.

            Vamos nos ater aqui ao ambiente normativo (jurídico em sua acepção ampla), que afeta o registro de transações econômicas e dos subsequentes relatórios (demonstrações financeiras ou contábeis) do SIC.

            A evolução da contabilidade em vários países levou inevitavelmente a diferentes práticas e regulamentações.

            Em adição às diferenças de sistemas econômicos, sistemas legais diferentes têm levado a efeitos profundos na abordagem contábil e seu reporte financeiro.

            Qualquer que seja o sistema legal ou econômico, em virtualmente todos os países do mundo há algum grau de regulamentação da profissão contábil pelos órgãos regulatórios do governo ou sociedades profissionais, ou ambos. O resultado geral é um complexo aglomerado de leis, regras e padrões.

            Entre os países mais desenvolvidos do mundo, existem dois tipos distintos de ambientes regulatórios, cada qual, por sua vez, condicionou dois tipos de evolução da teoria e prática contábil.

            Embora haja uma vasta cadeia de diferenças entre esses dois grupos, parece que a diferença essencial está entre o costume da common law versus a tradição da code law.

            As nações que têm codificado muitas regras de comportamento tendem também a formalmente prescrever assuntos contábeis e de reporte financeiro, e frequentemente o reporte financeiro tem sido subserviente ao sistema de impostos do país.

            O Código Napoleônico é universalmente referido como um modelo de code law, e de fato a maioria das nações dominadas pela França durante o império de Napoleão aderiu a essa abordagem legal.

            O pólo oposto ao code law. O common law, é exemplificado pela Inglaterra e os países, incluindo Estados Unidos, influenciados pela Grã-Bretanha.

            Enquanto os países que seguem o modelo code law tendem a prescrever o que precisa ser feito, as nações optantes do common law tendem a ser permissivas até que as regras sejam feitas sobre ações que não devem ser efetuadas, como as que proscrevem relatórios financeiros fraudulentos; como exemplo, temos a lei norte-americana Sarbanes Oxley.

            Adicionalmente, a tradição de livre empresa de um país historicamente sido importante no desenvolvimento de regras contábeis e na profissão contábil.

            O princípio de full disclosure é muito importante tanto nos Estados Unidos quanto no Reino Unido. Espera-se que as demonstrações financeiras sejam transparentes, de maneira que os usuários, geralmente considerados investidores e credores, possam entender a completa natureza do relatório das operações e finanças da empresa.

            As regras são largamente estabelecidas pela própria profissão, e o reporte de impostos é um assunto separado e distinto que não direciona o relatório financeiro.

            O regulamentador do mercado de capitais norte-americano (Securities and Exchange Comission – SEC) tem autoridade estatutária para estabelecer GAAP para sociedades anônimas abertas, que virtualmente nunca exerceu, deixando a organismos profissionais contábeis a responsabilidade por este estabelecimento.

            Se comparados com os Estados Unidos e o Reino Unido, países da Europa e Japão têm um sistema econômico capitalista que se baseia menos no mercado público de capitais e mais em financiamentos bancários.

            O relacionamento entre financiadores e tomadores é muito maior que o geralmente existente entre as companhias e seus investidores acionários, uma vez que há tipicamente menos emprestadores do que acionistas, e cada emprestador tem um interesse maior nos eventos futuros do que um passivo investidor.

            Assim, existe uma grande habilidade em obter informação informalmente; financiadores importantes podem demandar informação de seus devedores à vontade e não há limitação de qual disclosure é mandatório pelos padrões contábeis ou pela frequência que o reporte financeiro é feito aos acionistas. A implicação é que as regras contábeis são de menor importância nesses ambientes.

            Ambos, França e Alemanha, têm tradição de code law e nas duas nações a profissão contábil do setor privado tem influência limitada no desenvolvimento de requerimentos contábeis e de reporte financeiro. O reporte financeiro é ditado pela lei, que faz algumas distinções entre empresas grandes ou companhias estatais e empresas pequenas ou privadas.

            O sistema francês é muito similar ao alemão, tendo sido substancialmente influenciado por esse país durante a ocupação da Segunda Guerra Mundial.

            A maior parte dos conceitos básicos, como o regime de competência de exercícios e o regime da continuidade (going concern assumpion), é idêntica aos reconhecidos pelos Estados Unidos e Reino Unido.

            As regras de reporte financeiro japonesas foram originalmente modeladas pela contabilidade alemã, como um resultado da associação entre essas duas nações na primeira metade do século XX, embora recentemente elas tenham sido influenciadas pelos padrões norte-americanos.

Princípios de Contabilidade Geralmente Aceitos (USGAAP).
USGAAP

“Assumption Generally Accepted Accounting Principles”

Princípios de mensuração. Determinam o momento e a base dos itens que pertencem ao ciclo contábil e impactam as demonstrações financeiras. São padrões quantitativos que requerem respostas numéricas precisas a problemas e atividades sujeitas à grande quantidade de incertezas.

Princípios de evidenciação. Lidam com fatores que nem sempre são numéricos.

             Tais evidenciações envolvem quadros qualitativos que são os ingredientes essenciais de um grande conjunto de demonstrações financeiras. A sua ausência pode fazer as demonstrações financeiras, criadas pelos princípios de mensuração, confusas em si mesmas.

            Os princípios de evidenciação complementam os padrões de mensuração ao detalhá-los e ao dar outras informações sobre políticas contábeis, contingências, incertezas etc., que são ingredientes essenciais no processo analítico de contabilização.

            Os GAAP englobam as convenções, regras e procedimentos necessários para definir a prática contábil aceitável num momento particular.

            O padrão dos GAAP inclui não apenas um direcionamento amplo de aplicação geral – normalmente denominado de Estrutura Conceitual Básica –, mas também práticas e procedimentos detalhados.

            Os GAAP são convencionais; eles se tornam em geral aceitos por acordo (frequentemente tácito) em vez de derivação formal de um conjunto de postulados ou conceitos básicos.

            Os princípios têm sido desenvolvidos com base na experiência, razão, costume, uso e, em extensão significativa, necessidade prática.

A Necessidade de Padrões Contábeis
A Necessidade de Padrões Contábeis

A contabilidade é uma disciplina essencialmente padronizada, e é de sua consistência que tem resultado tanto sucesso ao longo dos séculos. As grandes mudanças nas práticas comerciais que se seguiram ao término da Segunda Guerra Mundial têm levado à necessidade da internacionalização das práticas contábeis e de autoria; mudanças essas encontradas principalmente na evolução dos empreendimentos multinacionais e, mais recentemente, nos mercados de capitais internacionais.

A Tecnologia da Informação tem acelerado esse processo, municiando a comunicação corporativa em aceleração geométrica. As multinacionais cresceram relevantemente e nos últimos quarenta anos assumiram um papel dominante em muitos segmentos de mercado afetando quase todos os países, cada governo e cada indivíduo.

Sob uma perspectiva contábil, a complexidade de conduzir operações de negócios internacionais através de fronteiras nacionais, cada uma com um conjunto de regulamentações comerciais e quase frequentemente com critérios contábeis diferentes, apresenta um desafio assustador aos contadores e corpos profissionais que estabelecem regras de contabilidade e auditoria.

A diversidade da contabilidade aplicável e das regras de impostos afetam a habilidade do empreendimento em preparar informação financeiras fidedigna necessária à análise cuidadosa de oportunidades de investimento. A globalização dos mercados de capitais também contribui para a necessidade de harmonizar os requisitos do reporte financeiro.

SEC e FASB
SEC e FASB

A SEC (Securities and Exchange Comission) é o órgão responsável pela regulamentação e fiscalização do mercado norte-americano de capitais. Tem o objetivo principal de assegurar aos investidores acesso à informações completas necessárias à tomada de decisão.

A SEC tem autoridade estatuária para estabelecer GAAP a entidades públicas (sociedades anônimas abertas ou a elas equiparadas), contudo tem deixado à profissão contábil o recurso de auto-regulamentação, em específico à FASB (Financial Accounting Standards Board).

A FASB é uma junta reconhecida e subordinada às regras da SEC que tem como objetivo estabelecer e aperfeiçoar os procedimentos, conceitos e normais contábeis nos Estados Unidos. Entre esses estão pronunciamentos (FASB Stantements), interpretações, boletins técnicos e forças-tarefas.

Com base nas normas emitidas pela FASB, as empresas submetidas à fiscalização da SEC convertem seus demonstrativos financeiros e reportam as transações em moeda estrangeira, incluindo contratos de câmbio futuro.

Desde a sua fundação, em junho de 1973, a FASB tem sido a organização, nos Estados Unidos, com autoridade designada para estabelecer padrões de contabilidade financeira; ela é reconhecida como autoridade por meio do SEC Accounting Series Release nº 150, de 1973, e pela Regra 203, que faz parte das Regras de Conduta do AICPA (American Institute of Certified Public Accountants).

A Release nº 150 estabeleceu que:

Princípios, padrões e práticas promulgados pela FASB serão considerados pela Comissão como tendo substancial suporte e aqueles contrários aos promulgados pela FASB serão considerados como não tendo esse suporte. (tradução nossa)

Embora haja controvérsias e desacordos sobre suas atividades e pronunciamentos, a FASB continua a operar com a confiança dos profissionais da Contabilidade e organizações empresariais.

A FASB é um corpo independente, suportado pela Fundação de Contabilidade Financeira (Financial Accounting Foundation – FAF) para seleção de seus membros e receita de orçamentos; os fundos são levantados das contribuições feitas à Fundação. O Conselho de Curadores (Board of Trustees) da FAF é formado por membros dos seguintes órgãos:

  • American Accounting Association;
  • American Institute of Certified Public Accountants;
  • Financial Analysts Federation;
  • Financial Executives Institute;
  • Government Finance Officers Association;
  • Institute of Management Accountants;
  • National Association of State Auditors, Comptrollers and Treasurers;
  • Securities Industry Association.

Em 1984, a FAF estabeleceu a Governmental Accounting Standards Board (GASB) para definir padrões de contabilidade financeira para o Estado e entidades governamentais locais.

A FASB consiste em sete membros em período integral.     Eles têm experiência diversa, com três oriundos da contabilidade pública, dois da iniciativa privada, um do governo e um da área acadêmica. O grupo é assistido por profissionais que conduzem pesquisa e trabalho diretamente com a FASB.

Existe também um Conselho de Aconselhamento de Normas Contábeis Financeiras (Financial Accouting Standards Advisory Council) que tem responsabilidade por consultoria ao FASB nas áreas maiores de pesquisa e análise.

Entre os vários tipos de princípios contábeis mandatórios que o FASB emite, destacam-se os Pronunciamentos de Normas Contábeis Financeiras (Stantements of Financial Accounting Standards). Eles estão disponíveis para download, em forma resumida e integral, no site www.fasb.org, além das Interpretações (FIN) e Conceitos (SFAC).

Vale destacar ainda as Interpretações (Interpretations) e os Boletins Técnicos. As primeiras são utilizadas para classificar ou elaborar padrões existentes ou pronunciamentos de organismos predecedores; elas são submetidas ao Conselho para comentário e avaliação. Já os Boletins Técnicos usualmente abordam assuntos não cobertos pelos padrões existentes e são principalmente usados para fornecer orientações a respeito de tópicos que não costumam sofrer grandes mudanças. Os Boletins são discutidos nas reuniões da FASB e submetidos ao seu veto.

Ambos, Interpretações e Boletins, são designados à implementação e auxílio na resolução de problemas em assuntos relativamente sérios.

Modelo Conceitual

Modelo Conceitual

A FASB emitiu os chamados Pronunciamentos de Conceitos de Contabilidade Financeira (Statements of Financial Accounting Concepts – SFAC) em uma série designada a constituir a fundação dos padrões de contabilidade financeira. O modelo é desenhado para prescrever a natureza, função e limites da Contabilidade Financeira e para ser usado como guia que irá conduzir a padrões consistentes. Esses pronunciamentos não estabelecem padrões contábeis ou práticas de evidenciação para itens particulares.

Os pronunciamentos do Modelo Conceitual são:

A seguir, são apresentadas as principais normas de USGAAP, mais usualmente verificadas em sua aplicação:

Podemos notar que a longa evolução das práticas de disclosure contábil norte-americanas justifica a tradição de serem USGAAP os padrões mundiais contábeis quando se fala em mercado de capitais.

Até o momento desta edição, foram emitidos 150 SFAS.

IFRS
IFRS
A Contabilidade Internacional e o Iasb

      O IASB (Internacional Accounting Standards Board) é o responsável pela emissão de padrões internacionais de contabilidade e esse padrão é aceito pela União Européia que o adota mandatoriamente a partir de 1º de janeiro de 2005. O site www.iasplus.com é, dentre os pesquisados até setembro/2004, um dos melhores que versam sobre o tema Contabilidade Internacional e possui farto material de consulta a respeito.

      Até março de 2004 foram emitidos, além de 41 IAS (Internacional Accounting Standards), mais de 5 IFRS (International Financial Report Standard). A relação de normas IAS emitidas pelos IASC/IASB.:

ISO 9001 Check List de Monitoramento

ISO 9001 Check List de Monitoramento

ISO 9001 Check List de Monitoramento

ISO 9001 Check List de Monitoramento de Obtenção de Certificação (Conformidade).

ISO 9001 é um conjunto de normas de padronização para um determinado serviço ou produto e tem como objetivo melhorar a gestão organizacional podendo ser aplicado em conjunto com outras normas de funcionamento, como normas de saúde ocupacional, de meio ambiente e de segurança.

Líderes estabelecem a unidade de propósito e o rumo da organização. Convém que eles criem e mantenham um ambiente interno no qual as pessoas possam estar totalmente envolvidas no propósito de atingir os objetivos da organização. As organizações dependem de seus clientes e recomendável que atendam as necessidades atuais e futuras de cliente e seus requisitos, e procurem atender as suas expectativas.

ISO 9001 Check List de Monitoramento:

a) 8 Princípios de Gestão do Sistema da Qualidade;
b) Planejamento Estratégico ISO 9001;
c) Cronograma de Implantação ISO 9001;
d) Organização geral ISO 9001;
e) Política da qualidade;
f) Pesquisa de satisfação clientes;
g) Indicadores de satisfação de clientes;
h) Check list de auditoria interna;


ISO 9001 Check List de Monitoramento:

ISO 9001 Check List de Monitoramento

A certificação ISO aborda a gestão da qualidade e contém alguns dos padrões mais conhecidos da ISO. Esses padrões fornecem orientação e ferramentas para empresas e organizações que queiram garantir produtos e serviços que atendam aos requisitos aos clientes de forma consistente, e busquem continuamente a melhoria da qualidade.

Pessoas de todos os níveis são a essência de uma organização, e seu total envolvimento possibilita que suas habilidades sejam usadas para o benefício da organização.”Identificar, entender e gerenciar os processos inter-relacionados como um sistema contribui para a eficácia e eficiência da organização no sentido de atingir seus objetivos.”

Os padrões da família ISO 9000 incluem:

ISO 9000:2015 – Sistemas de gestão da qualidade – Fundamentos e vocabulário
ISO 9001:2015 – Sistemas de gestão da qualidade – Requisitos
ISO 9004:2009 – Gestão para o sucesso sustentado de uma organização
ISO 19011:2011 – Diretrizes para auditoria de sistemas de gestão

Em um mercado cada vez mais exigente, entregar produtos e serviços de qualidade tem sido um grande desafio. Isso se potencializa ainda mais quando a estratégia e os processos de negócio não estão devidamente alinhados. Por consequência, muitas organizações acabam dedicando grande parte do tempo em busca de soluções para os problemas. Essas organizações não conseguem ter o cliente como foco principal, nem atender suas expectativas de forma adequada, e os baixos índices de fidelização dos clientes tornam a situação ainda mais delicada.

Principais vantagens:

  • Reduz os esforços para atender efetivamente os requisitos regulatórios
  • Melhora a experiência de clientes com produtos e serviços
  • Promove o compromisso da empresa com a qualidade e satisfação de clientes
  • Alinha os objetivos da qualidade a estratégia da empresa
  • Aumenta a eficiência e eficácia dos processos de Qualidade
  • Reduz gastos operacionais desnecessários
  • Mitiga riscos de qualidade e desvio de processos
  • Melhora a qualidade nos produtos e serviços
  • Aumenta a transparência na relação com os clientes
  • Consolida o relacionamento com fornecedores
  • Maximiza a retenção de clientes

ISO 9001 Check List de Monitoramento:

Certificação

ISO 9001

Cabeçalho 3

Controle

Monitoramento
Auditoria

 ISO 9001

Política da Qualidade

Certificação ISO 9001 Auditoria

Política normas de saúde ocupacional
Cronograma de Implantação ISO 9001

Transfer Pricing Preço de Transferência

Transfer Pricing Preço de Transferência

Transfer Pricing - Preço de Transferência

PLANILHA EDITÁVEL PREÇO DE TRANSFERÊNCIA

Planilha Editável + E-BOOK

PLANILHA EDITÁVEL TRANSFER PRICING PREÇO DE TRANSFERÊNCIA

ACOMPANHA E-BOOK E PLANILHA PARA CÁLCULO E AJUSTES NOS LIVROS FISCAIS PREÇO DE TRANSFERÊNCIA

APÓS CONFIRMAÇÃO DE PAGAMENTO FAÇA DOWNLOAD DOS ARQUIVOS IMEDIATAMENTE NO SEU E-MAIL

Adquira já a planilha de cálculo, dicas e orientações gerais, baixe o descritivo para saber mais:

O Transfer Pricing Preço de Transferência é o nome geral que se dá para os métodos de calculo dos preços dos bens, mercadorias ou serviços importados ou exportados entre empresas consideradas. Por preço de transferência entende-se o valor cobrado por uma empresa na venda ou transferência de bens, serviços ou propriedade intangível, a empresa a ela relacionada.

👉🏻 PLANILHA EDITÁVEL TRANSFER PRICING PREÇO DE TRANSFERÊNCIA

FAÇA VOCÊ MESMO O CÁLCULO!

Transfer Pricing Preço de Transferência

TRANSFER PRICING PREÇO DE TRANSFERÊNCIA

Material eBook sobre Transfer Pricing – “Preço de Transferência” – acompanha planilhas editáveis e forma de cálculo e ajustes, indicado para empresários, gerentes, diretores, advogados e profissionais atuantes no cargo de Supervisores, Analista e/ou Assistente na Área Contábil, Fiscal e Tributária, Auditores e/ou profissionais de Auditoria, Gestores de Controladoria e Área de Custo.

MATERIAL DIDÁTICO: A QUEM SE DESTINA?

Profissionais que desejar reciclar conhecimento e/ou atualizar-se quanto ao quesito Transfer Pricing Preço de Transferência e compreender conceitos, fundamentos quanto a forma de cálculo, ajustes e os principais reflexos financeiros e fiscais.

CONTROLE DE QUALIDADE E AUDITORIA NAS INDÚSTRIAS:

Ter um “Controle de Qualidade” é fundamental para um trabalho de desenvolvimento de produtos bem executado, em função disso, possuímos uma área exclusiva de acompanhamento do desenvolvimento e fabricação dos produtos no exterior, para assegurar um processo de compra em plena conformidade com as especificações informadas.

O desenvolvimento dos fornecedores precisam ser realizados por uma equipe técnica especializada onde sejam feitas análises da capacidade produtiva da empresa fornecedora, suas certificações de qualidade e seus principais clientes.

QUEM ESTÃO OBRIGADOS AS PRÁTICAS E REGRAS DE TRANSFER PRICING PREÇO DE TRANSFERÊNCIA?

a) Pessoas físicas ou jurídicas residentes ou domiciliadas no Brasil que praticar operações com pessoas físicas ou jurídicas, residentes ou domiciliadas no exterior, consideradas vinculadas, mesmo que por intermédio de interposta pessoa.

b) as pessoas físicas ou jurídicas residentes ou domiciliadas no Brasil que realizem operações com qualquer pessoa física ou jurídica, ainda que não vinculada, residente ou domiciliada em país que não tribute a renda ou que a tribute à alíquota inferior a 20% (vinte por cento), ou cuja legislação interna oponha sigilo relativo à composição societária de pessoas jurídicas ou à sua titularidade.


Transfer Pricing Preço de Transferência

Transfer Pricing

Transfer Pricing Preço de Transferência:

Transfer Pricing Preço de Transferência

DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS

Atuamos no desenvolvimento de produtos no exterior, de acordo com as especificações técnicas de cada produto. São avaliadas as condições para importação, as implicações legais (licenças de importação, certificações necessárias) e volumes mínimos de importação (caso haja quantidade mínima para produção). As prospecções de produtos são realizadas em diversos fornecedores, buscando a melhor relação custo-benefício e a melhor experiência em pós-produção. Realizamos todas as negociações para os melhores preços, adequando os termos e condições de pagamento de acordo com as necessidades, sem a perda da qualidade, mantendo as especificações técnicas do produto conforme negociado.

IDENTIFICAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE FORNECEDORES INTERNACIONAIS (CONTROLE DE QUALIDADE E AUDITORIA NAS INDÚSTRIAS).

O desenvolvimento de fornecedores é realizado por uma equipe especializada, onde são feitas análises da capacidade produtiva da empresa fornecedora, suas certificações de qualidade e seus clientes. O Controle de qualidade é fundamental para um trabalho de desenvolvimento de produtos bem executado, em função disso, possuímos uma área exclusiva de acompanhamento de desenvolvimento e fabricação dos produtos no exterior, para assegurar um processo de compra em plena conformidade com as especificações informadas.

COMERCIAL IMPORTADORA (TRADING COMPANY):

Atuamos também como comercial importadora intermediária entre empresas fabricantes e compradoras, oferecendo soluções para as empresas que não dispõem de estrutura própria, ou que não estão habilitadas ou capacitadas para atuarem num processo de Importação e/ou Exportação. Na utilização de uma comercial importadora, obtêm-se algumas vantagens, tais como dispensa de registro na Receita Federal (RADAR), consolidação de embarques, necessidade de menor capital de giro, diminuição de burocracia, entre outros.

NOSSOS DIFERENCIAIS:

Acompanhamento da logística desde o desenvolvimento até a entrega ao cliente.


Transfer Pricing Preço de Transferência

Importação:

  • O Custo de Produção Mais Lucro (CPL);
  • Os Preços Independentes Comparados (PIC);
  • O Preço de Revenda ( – ) Lucro (PRL Revenda), com margem de lucro de 20%;
  • O Preço de Revenda ( – ) Lucro (PRL Produção), com margem de lucro de 60%.
  • Orientação geral sobre Preço de O Transfer Pricing ou Preço de Transferência.

Preço de Transferência ou Transfer Price, Transfer Pricing, Preço de Transferência, Transfer Price, transferência de preço, Método CAP, Método PIC, Método PRL, Preço de Transferência ou Transfer Price, Imposto de Renda, Quem estão obrigados as práticas das regras de preços de transferência ou Transfer Price Brasil.

Transfer Pricing Preço de Transferência Planilha Editável para Cálculo, contém todo o material que você irá precisar. As aulas estarão sempre disponíveis e você poderá assistir onde e quando quiser, Acre AC, Alagoas AL, Amapá AP, Amazonas AM, Bahia BA, Ceará CE, Distrito Federal DF, Espírito Santo ES, Goiás GO , Maranhão MA , Mato Grosso MT, Mato Grosso do Sul MS, Minas Gerais MG, Pará PA, Paraíba PB, Paraná PR, Pernambuco PE, Piauí PI, Rio de Janeiro RJ, Rio Grande do Norte RN, Rio Grande do Sul RS, Rondônia RO, Roraima RR, Santa Catarina SC, São Paulo SP, Sergipe SE, Tocantins TO e Campinas SP, São Paulo SP, Americana, Artur Nogueira, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Itatiba, Jaguariúna, Morungaba, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antônio de Posse, Valinhos, Vinhedo SP.

Transfer

Pricing, Transfer Pricing

Preço, Transfer Pricing

Transferência, Preço Transferência Transfer Pricing

Planilha, Planilha Transfer Pricing Editável

Editável, Planilha Transfer Pricing Editável Preço
Price, Planilha Transfer Pricing Editável Preço Transferência

Planilha Transfer Pricing Transfer Pricing Preço de Transferência Planilha Editável para Cálculo 

Ajuste transfer pricing, CAP, PIC, Planilha transfer pricing, Preço de transferência, PRL 20, PRL 60, PVEx

#PreçodeTransferência, #Transfer pricing, #PRL20, PRL60, #CálculoCAP, #PlanilhaTransferPricing, #TransferPricingSpreadsheet, #TransferPrice